Carrossel

by Azevedo Silva

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

      €5 EUR

     

1.
2.
(free) 02:51
3.
(free) 02:45
4.
03:03
5.
02:49
6.
7.

about

Carrossel é o terceiro disco de originais de Azevedo Silva. Se já no passado era identificável o seu tom urbano-depressivo, nesse campo manteve--se intacto e inalterável. Se o ouvinte procura o espelho do lado realista da vida citadina, deve parar e escutar este disco. O negro das melodias e das palavras continua lá, desta vez acompanhado por vários convidados dos You Can't Win, Charlie Brown; Gaza (If Lucy Fell, Men Eater) e Filipe Paszkiewicz, entre outros. A reter também a participação de Filipe Grácio, desta vez directamente dos E.U.A.


Para os fãs que preferirem a versão física do CD, a mesma será vendida nos concertos anunciados de Azevedo Silva.

Ilustração de Capa: Luís Belo

credits

released October 17, 2010

Todas as músicas e letras por Azevedo Silva
Produzido por Fernando Matias @ The Pentagon

Músicos convidados:

Filipa Vale, Nuno Silva, Filipe Grácio, Luís Costa, Bruno Martins, Filipe Paszkiewicz ,Gaza, Afonso Cabral, Salvador Menezes, Margarida Martins

tags

license

about

Azevedo Silva Lisboa, Portugal

Urbano, precário, melancólico, agitador, pós-laboral.

Sejam bem-vindos.

contact / help

Contact Azevedo Silva

Streaming and
Download help

Track Name: Dona Solidão
Depois do Inverno, volto a sentir que o Mundo inteiro está p'ra ruir. E há quem não acredite. Bem tarde, é certo, mas aprendi, que o Mundo inteiro tem ódio de si. Conta-me essa história que me faz pensar. Corres tão depressa para não mostrar. Que vives de aparências, por te sentires só. Não te oiço a resposta, não te oiço a voz. E o medo vem por saberes que não tens mais ninguém. Dona solidão.
Track Name: Carrossel
Deixo-me cair, rejeito a vida. Volto a rastejar, sem ter como sarar feridas. Penso para mim qual o sentido de não desistir de tudo o que antes queria. Volto a rastejar p'ro meu abrigo. Juro não lembrar o que é ser bem querido. Fingindo bem que sou tão firme, esperando que ninguém me pise. Cabeça a mil, qual carrossel.
Track Name: Bússola
Vejo ao longe o Sol morrer no Mar. Foco p'ra guardar o instante. Vou-me abrigar do vento. Ver a dor chegar com a chuva. Está-se a juntar ao sal que cai dos teus olhos negros. Queiram apertar os cintos. Forte turbulência à frente. Se ao menos eu pudesse ter o teu sossego. Desaparecer é o meu deus, sempre presente. Cosam-me a boca p'ra calar tudo o que penso. É tão fodido entender o silêncio eterno.
Track Name: Desassossego
Julgando ser capaz de a salvar, estendi-lhe a mão a fim de entender. Toda a distância expressa no olhar, não rima com a palidez do rosto. O tempo passa e nasce a noção que coisa alguma altera a viagem, de alguém a quem o Mundo nada diz. Como cativa aguarda por partir. E dorme só, sob as estrelas. Alguém nos ouve o grito rouco? O calendário só alivia a imagem árdua que guardei de ti. Não esqueci.
Track Name: A Mãe
Perco tempo a fazer contas que a Mãe não quer. Talvez seja cruel. Pensar que nunca foi feliz. Pois fez tudo só por nós. Tentou tudo ao pormenor. Perdi tempo a entender que afinal não és alguém a quem possa dizer: "viveste o que querias viver". Pois, vês? Não queria ter de ser eu a relembrar. Nunca é tarde para mais, foste tu quem me ensinou.
Track Name: A Democracia Será Vingada no Rossio
Che Guevara, não te acorda. Não se faz ouvir. Anda às voltas de revolta, quando vais agir? Pau mandado. Tão mal pago. Come a raiva. Remendado. Sou só mais um. Ser precário é não ter e dever. Faz as contas Zé, sinto-me a ferver. Ser precário é não ter e dever. Estou na merda Zé, só quero viver. Marcho em direcção ao Rio. Com um pensamento em riste. Lá vos espero.
Track Name: Manel Cruz e a Canção da Canção Triste
Sei que não sabes quem sou mas já te ouvi a falar da voz triste que te agradou. Disse-me ela ao ouvido, faz-me um favor. Canta esta p'ro homem que por mim procurou. E se tudo é em vão, porque ris? Se te fartas em vão, p'ra onde fugir? Bem procuras em vão, até ao fim. Serás terra e pó e algo me diz que esta voz sabe bem, só para quem é infeliz.